Recessão e Paulson dessurbam bolsas

De O Estado de S.Paulo

Além da já temida e cada vez mais provável recessão global em 2009 – ontem, oficialmente, foi anunciado que o Reino Unido está em recessão -, pesaram sobre os ombros dos investidores o agravamento dos efeitos da crise global sobre a Rússia e a mudança de foco do Tesouro americano no plano de US$ 700 bilhões para resgatar instituições financeiras.
No Brasil, o cenário ficou ainda pior em razão das avaliações do balanço do terceiro trimestre da Petrobrás, divulgado na terça-feira. O Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) perdeu 7,75% – no ano, acumula queda de 46,19%. As ações preferenciais (PN) da estatal despencaram 13,75% e as ordinárias (ON), 13,25%. Juntas, as duas têm peso de quase 50% no Ibovespa. O dólar avançou 3,2%, para R$ 2,293.
Nos EUA, o Índice Dow Jones recuou 4,73% e o Standard & Poor?s 500, que reúne as maiores indústrias do país, 5,19%. Em Paris, o Índice CAC-40 perdeu 3,07% e o FTSE, de Londres, 1,52%.
O secretário do Tesouro americano, Henry Paulson, informou que o governo decidiu mudar o megaprograma de resgate das instituições financeiras. Em vez de priorizar a compra de ativos podres, os esforços vão se concentrar na injeção de capital. O objetivo, segundo ele, é que os bancos tenham mais dinheiro para emprestar, o que ajudará na recuperação da economia.

Assinante, leia mais aqui.

Anúncios
Recessão e Paulson dessurbam bolsas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s