Apoio a risco levou à crise, diz analista

Da Folha de S.Paulo

FOLHA – É difícil imaginar a crise na Islândia…
MICHAEL LEWIS – Geralmente se concebe o povo da Islândia como um tipo de escandinavo, moderado. Mas as pessoas lá são muito imprudentes, tiveram a chance de especular bastante e acreditavam que eram os melhores especuladores do mundo sem nunca antes terem feito coisa semelhante. Apostavam no mercado de câmbio, tomando empréstimos em moeda estrangeira (como iene e franco suíço) para comprar suas casas. Quando a maré virou, os mutuários ficaram com imóveis de US$ 45 mil e financiamentos de US$ 100 mil. O que está havendo no país é uma versão extrema do que ocorre em outras partes. Todos os bancos estão falindo, assim como uma grande quantidade de empresas. A sociedade está chocada. Uma pesquisa recente mostrou que um terço da população pensa em ir embora.

FOLHA – O que leva a esse tipo de irracionalidade? É a ganância?
LEWIS – As pessoas que trabalham em Wall Street são naturalmente gananciosas, interessadas em fazer dinheiro. O problema não é a ganância, porque sempre foi assim; o problema são os incentivos. Não é uma questão de caráter ou moral: se alguém paga aos operadores para fazer coisas idiotas para ganhar dinheiro, eles fazem.

FOLHA – Mas os dirigentes das corretoras sabem exatamente quais tipos de instrumento os seus funcionários inventam?
LEWIS – Muito pouco. Quando eu trabalhava em Wall Street, fazia coisas complexas e tentava explicar para o presidente. Ele não só não entendia como achava que não era assim tão importante para ele compreender. No momento em que aparece um negócio muito lucrativo como o “subprime”, a última coisa que o chefe vai fazer é colocar um freio no operador.
No topo do problema estão os bônus anuais, que fazem com que os funcionários operem no curto prazo. Vi desde o princípio que não fazia o menor sentido pagar às pessoas quanto Wall Street paga, não há relação entre o seu salário e o valor gerado por aquele profissional para a economia. Era o desastre em vias de acontecer. Demorou, mas veio. Para os jovens interessados em operar, sugiro que sempre se perguntem se têm o incentivo correto para atuar no setor. Aplicando o dinheiro de terceiros, é interessante tentar alinhar o seu interesse com o objetivo dos investidores a quem se está servindo.

Assinante, leia mais aqui.

Anúncios
Apoio a risco levou à crise, diz analista

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s