Aos poucos, Obama forma política para América Latina

Da Folha de S.Paulo

Nos últimos dias, embora não tenha feito da região uma prioridade de seu governo, como prometera na campanha, o presidente Barack Obama vem dando sinais que apontam para a implantação de uma agenda mais progressista para a América Latina. O mais recente veio da reação amena do Departamento de Estado à vitória chavista no referendo de domingo.
Mas não foi o único. No último dia 4, foi apresentada ao Congresso emenda que restabelece o direito de norte-americanos viajarem para Cuba e vice-versa. A medida, batizada Ato Pela Liberdade de Viajar a Cuba, é assinada por três deputados democratas e dois republicanos e está sendo analisada agora pela Comissão de Relações Exteriores da Câmara.
Outras tentativas nesse sentido foram feitas em anos anteriores, mas, nos últimos oito anos, pairavam sobre elas a ameaça de veto de George W. Bush. A medida de agora conta com a simpatia expressa do ocupante da Casa Branca. Obama declarou que um ato como esse poderia ser o primeiro sinal efetivo da distensão que ele pretende promover nas relações EUA-Cuba.
Também no campo doméstico o estado de espírito parece mudar. Na semana passada, em entrevista-surpresa ao apresentador de uma rádio de língua espanhola na região de Chicago, o presidente concordou que mudanças na atual lei de imigração são necessárias para um tratamento mais justo dos latinos em situação irregular nos Estados Unidos.
Um dos assuntos da conversa foram as blitze que, segundo cálculos de entidades de defesa de imigrantes, nos últimos anos, prenderam ou deportaram cerca de 100 mil pais sem documentos de permanência que por isso foram separados dos filhos nascidos nos EUA.
Indagado pelo radialista Rafael Pulido, nome artístico “El Pistolero”, se pretendia fazer alguma coisa a respeito, Obama disse que “levará em conta alguns dos danos que estão sendo impostos a famílias que estão aqui basicamente por conta da falta de empregos no México”. O discurso é oposto ao pensamento predominante entre os republicanos.

Assinante, leia mais aqui.

Anúncios
Aos poucos, Obama forma política para América Latina

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s