MORRE CLODOVIL. SIM: UM GRANDE HOMEM

Clodovil Hernandes era uma figura ímpar. Seu estilo de ser e agir, creio, mais desagradava a muitos que agradava.

Lembro-me dos comentários a respeito de sua eleição como deputado federal. Havia gente que fazia questão de extremar o preconceito – essa chaga avassaladora da qual a sociedade ainda não conseguiu se livrar.

As generalizações do povo, quando se refere ao meio político, já são conhecidas: para uma certa laia de gente, TODOS os homens e mulheres encarregados de fazer funcionar o País não passam de usurpadores da coisa-pública. E daí, incorre-se na mesma estupidez de adjetivá-los: vagabundos, mentirosos, ladrões…

Santa ignorância!

O fato é que Clodovil não era vagabundo.

Nem ladrão.

Tampouco mentiroso; pelo contrário, seu excesso de autenticidade lhe rendia críticas contumazes.

Mesmo assim, havia uma enorme hostilidade contra sua eleição.

Ainda na esteira do falso moralismo, certas pessoas o desqualificava só por ele ser homossexual (não gosto de tratar homossexualismo como opção. Defendo a tese de que a pessoa nasce homossexual. Até porque, convenhamos, ninguém gostaria de ser gay).

É engraçado como o juízo de muitos beira a mesquinhez! Clodovil ser gay, para essa gente, o desabonaria de ser um deputado probo. É como se o homossexualismo fosse uma metástase que degrada o homem paulatinamente, tirando-lhe a razão, a competência, a correção, a habilidade e a integridade.

Clodovil incomodava muita gente. Seu último desígnio era propor redução drástica no número de deputados. Apesar de ter sido eleito por um partido pequeno, o deputado também deu início a uma batalha exemplar para acabar com os partidos nanicos, que, segundo ele, eram “aproveitadores”. E ele estava certo.

Infelizmente, Clodovil foi interrompido antes de concretizar sua valiosa contribuição à sociedade.

Mas, sobre isso, Fernando Pessoa já falava:

De tudo, ficaram três coisas:
A certeza de que estamos sempre começando…
A certeza de que precisamos continuar…
A certeza de que seremos interrompidos antes de terminar…

Anúncios
MORRE CLODOVIL. SIM: UM GRANDE HOMEM

Um pensamento sobre “MORRE CLODOVIL. SIM: UM GRANDE HOMEM

  1. Amiga diz:

    Eu adorava o Clô. Eu fiquei triste com a morte do Clô. Eu votei no Clô. Clô para sempre dentro de nossos corações!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s