Brasil condenará discurso de Ahmadinejad

Da Folha de S.Paulo

O Brasil condenará hoje no plenário da Conferência contra o Racismo da ONU as declarações feitas no mesmo fórum pelo presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, que deram um tom de polêmica e confronto à abertura do encontro.
As críticas ocorrem a duas semanas da visita que Ahmadinejad fará ao Brasil, em 6 de maio, onde o tema deverá fazer parte do encontro com o presidente Lula. Na segunda, Ahmadinejad usou o plenário, em Genebra, para fazer duros ataques a Israel, que acusou de racismo, e provocou uma debandada de diplomatas europeus.
Ontem, a ONU tentou salvar a conferência, anunciando a aprovação por consenso do documento final. Mas a saída da República Tcheca, que se juntou a outros oito países que decidiram boicotar o encontro, manteve o ambiente tenso. Além disso, houve novos protestos contra o Irã.

“Intolerância”
A delegação brasileira não se retirou, mas ontem deixou claro seu desagrado, especialmente em relação ao questionamento do Holocausto. “Queria frisar e deixar clara a posição da delegação brasileira, de condenação veemente da postura do presidente, que não condiz com o ambiente da conferência”, disse o ministro da Igualdade Racial, Edson Santos. “Ele esteve aqui com um discurso agressivo, de intolerância, que não reconhece fatos históricos condenados pela humanidade, a saber, o Holocausto.”

Assinante, leia mais aqui

Anúncios
Brasil condenará discurso de Ahmadinejad

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s