FMI estima em US$ 4,1 tri as perdas financeiras

Da Folha de S.Paulo

O FMI (Fundo Monetário Internacional) agora calcula em até US$ 4,1 trilhões o total de perdas que as instituições financeiras globais terão de cobrir até o final de 2010 para continuarem viáveis. Desse total, só US$ 1 trilhão já foi reconhecido pelas instituições como perdas definitivas.
Mesmo assim, o secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, disse ontem que “a vasta maioria” dos bancos no país têm hoje o capital “necessário” para continuar operando. Depois de forte queda na segunda-feira, as ações dos bancos reagiram, e a Bolsa de Valores de Nova York subiu 1,63%. Mas o FMI não acredita em recuperação no curto prazo.
As perdas potenciais totais equivalem a 7% de todos os créditos bancários e financeiros pendentes nos Estados Unidos (US$ 26,5 trilhões), na Europa (US$ 23,8 trilhões) e no Japão (US$ 7,3 trilhões).
O Fundo prevê que o sistema financeiro cortará mais o volume de empréstimos a empresas e consumidores caso não consiga cobrir esses rombos. Isso dificultaria ainda mais a saída da atual recessão, considerada a maior desde a Grande Depressão, na década de 1930.
Para conseguir os US$ 4,1 trilhões em capital, equivalentes a mais de três anos do PIB brasileiro, o Fundo diz que pode ser necessária a estatização de alguns bancos.
Ao garantir a sobrevivência da instituições via Estado, diz o FMI, investidores privados podem se sentir encorajados a injetar capital nos bancos, acelerando o processo de fechamento dos rombos.
Pouco mais de 60% das perdas se concentram apenas nos bancos. Seguradoras, fundos de pensão e outras instituições respondem por outros 34%.
Foi a primeira vez em que o FMI calculou perdas potenciais somando EUA, Europa e Japão. Os EUA concentram cerca de dois terços delas.
“Medidas extraordinárias para recuperar a confiança nos mercados foram tomadas. Muito mais talvez seja necessário. Alguns sinais de recuperação não são totalmente seguros, e não podemos deixar essa oportunidade escapar pelos dedos”, afirmou José Viñals, diretor do FMI, no lançamento do “Relatório sobre a Estabilidade Financeira Global”.

Assinante, leia mais aqui

Anúncios
FMI estima em US$ 4,1 tri as perdas financeiras

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s