O CABRESTO DOS DEMOCRATAS

A atuação do partido Democrata no Congresso norte-americano parece não vislumbrar outro mundo possível a não ser maldizer a era Bush. Mesmo, agora, com a presidência da República e do Legislativo nas mãos, insistem em desconstituir algo que o debate ocorrido de forma exaustiva por causa das eleições já desconstituiu. Continuam as críticas ferrenhas à atuação das forças militares americanas no Iraque e ainda fazem menção do erro em ter-se invadido aquele território; uma vez que, para os democratas, o endereço correto seria o Afeganistão.

A nova luta azáfama dos democratas é insurgente contra o próprio Obama: fazem questão de que 40 fotos de presos sendo torturados por soldados americanos sejam divulgadas – ato ao qual Obama é contra. A estratégia é essencialmente burra. Se se publicar essas fotos, a indústria anti-americana – aquela, composta pelas esquerdas fracassadas do mundo e por terroristas – será fartamente alimentada. A demonização dos Estados Unidos seria ainda mais intensa.

Conforme revelou o Estadão de hoje, blogs americanos já deram largada às nevrálgicas retóricas. O Talking Points afirma que “Obama capitulou o bushismo”. Joan McCarter, editor do Daily Kos, diz que a decisão foi uma “reviravolta fútil e indesejada” (antes, Obama era a favor da divulgação das fotos).

Vê-se que ser hipócrita virou cultura do partido Democrata. Seus partidários parecem estar com um cabresto lamentável: o de destruir o já destruído Bush; nem que, para isso, a imagem dos Estados Unidos esteja em xeque. Ora, divulgar essas fotos não significaria ruir com Bush, mas, sim, fortalecer uma imagem anti-americana em todo mundo. E a falsa devoção ainda vai além. Hoje, sabe-se que Nancy Pelosi, membro do partido Democrara e presidente do Congresso Nacional norte-americano, sabia de tudo o que ocorria nos porões da guerra no Iraque, desde as torturas até o horário que cada soldado acordava. E o que fez a senadora? Nada!!! O partido oposicionista de Bush sabia, repito, de tudo; mas nada fez.

Ao invés de ficarem se desassossegando com fotinhas, os democratas precisam, com urgência, tratar de propor medidas para que um dos pilares da campanha de Obama se concretize de fato. Até agora, nada foi feito para que as tropas americanas saiam do Iraque até o fim de agosto.

E, pelo andar do adágio, continuarão por lá.

Anúncios
O CABRESTO DOS DEMOCRATAS

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s