Obama pressiona Israel e dá tempo ao Irã

Da Folha de S.Paulo

Em público, o presidente dos EUA, Barack Obama, e o premiê de Israel, Binyamin Netanyahu, mantiveram ontem a cordialidade na Casa Branca em seu esperado primeiro encontro desde a eleição de ambos. Mas não ficaram escondidas as faíscas políticas por trás do jogo: Obama pressionou pela necessidade de criar um Estado palestino e pelo engajamento diplomático com o Irã, enquanto Netanyahu manteve as reservas contra os dois pontos.
Obama disse a jornalistas que quer o Irã totalmente engajado com a comunidade internacional, o que a direita no poder em Israel vê com ceticismo.
Ele evitou falar em prazos para uma resposta positiva iraniana a seus esforços diplomáticos -mas também disse que “não vai conversar para sempre” com Teerã e que espera progresso até o fim de 2009.
“Estamos em um processo de nos comunicarmos com o Irã e persuadi-lo de que não é de seu interesse buscar uma arma nuclear. Mas assegurei ao premiê [Netanyahu] que não estamos descartando uma série de passos, inclusive sanções internacionais muito mais duras.”
Sob Netanyahu, a política externa israelense vem se focando cada vez mais em alardear a percebida ameaça do programa nuclear iraniano, apesar de Teerã insistir que seus objetivos com o enriquecimento de urânio são pacíficos.
“Poderemos ter uma boa noção sobre o progresso e os esforços das partes para resolver suas diferenças no final do ano. Isso não significa que todas as questões estarão resolvidas até lá, mas poderemos avaliar nossa abordagem”, disse Obama.
O presidente indicou ainda esperar que as negociações com Teerã avancem depois do próximo mês, quando serão realizadas eleições presidenciais no Irã. A votação poderá significar a troca do polêmico presidente Mahmoud Ahmadinejad, que diz que “Israel deveria ser varrido do mapa”.
O premiê israelense, por sua vez, escolheu cuidadosamente as palavras, mas retrocedeu pouco. Disse a Obama “apreciar muito seu firme comprometimento em evitar que o Irã desenvolva armas nucleares e também sua afirmação de que está deixando todas as opções na mesa” -o que supostamente inclui a ação militar.

Assinante, leia mais aqui

Anúncios
Obama pressiona Israel e dá tempo ao Irã

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s