Entrada de dólares é a maior desde a crise

Da Folha de S.Paulo

Mesmo considerando apenas os primeiros dez dias úteis do mês, maio já tem o maior saldo de entrada de dólares no Brasil desde setembro de 2008, quando o agravamento da crise financeira provocou uma fuga de investidores da maioria dos países emergentes.
Segundo balanço fechado pelo Banco Central na sexta-feira passada, o fluxo líquido de capital externo (diferença entre as entradas e saídas de dólares) observado neste mês está em US$ 2,059 bilhões.
O resultado foi suficiente para reverter o saldo negativo de US$ 1,544 bilhão que estava acumulado no ano até abril e contribui para a valorização do real. O saldo até o dia 15 de maio é de US$ 516 milhões.
Caso os números continuem positivos até o final de maio, este mês será o segundo seguido de fluxo positivo de dólares para o Brasil, o que não acontece desde o período entre agosto e setembro de 2008. Só no último trimestre do ano passado, ocorreu uma saída líquida de US$ 16,550 bilhões do país.
Neste mês, o saldo positivo foi puxado pelas chamadas operações financeiras, que incluem investimentos estrangeiros, inclusive em Bolsa, empréstimos externos, remessas de lucros para fora do país e pagamento de juros, entre outros.
Considerando todas as entradas e saídas, o saldo apurado por essas transações foi positivo em US$ 1,401 bilhão entre os dias 1º e 15. Desde março do ano passado esse segmento não encerra um mês no azul.

Assinante, leia mais aqui

Anúncios
Entrada de dólares é a maior desde a crise

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s