Radicais islâmicos levam caos à Somália

De O Estado de S.Paulo

Líderes do grupo radical islâmico Al-Shabaab – acusado de ter ligações com a Al-Qaeda – prometeram ontem atacar qualquer tropa estrangeira que responda ao apelo por ajuda militar lançado há dois dias pelo governo somali.
Os contínuos ataques à capital, Mogadíscio, provocaram o caos no sistema de saúde de um país que é considerado falido desde 1991 e onde a expectativa de vida não passa dos 47 anos, 13 a menos do que no Iraque.

A violência fez com que a maioria dos médicos abandonasse o país. “A falta de segurança levou à fuga de mais de 70% dos profissionais”, disse o cirurgião somali Mohamed Yusuf, que trabalha para o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) no principal hospital da Somália, o Medina, em Mogadíscio, onde os 80 leitos são disputados diariamente por mais de 200 pacientes.
O sistema de saúde da Somália é virtualmente inexistente. A Organização Mundial da Saúde (OMS) não consegue sequer reunir dados confiáveis sobre o gasto anual do governo local com saúde pública.
O país tem menos de 2 dentistas para 10 mil habitantes. No Iraque, a proporção é de 14 para 10 mil e no Afeganistão é de 5 para o mesmo grupo. Apenas 28% dos somalis têm acesso a cuidados médicos.
Para compensar a falta de estrutura, médicos do CICV e da ONG Médicos Sem Fronteiras (MSF) têm se dedicado a passar seus conhecimentos para o maior número possível de profissionais locais. Mas mesmo estas organizações são muitas vezes impedidas de entrar na Somália pela falta de condições mínimas de segurança.

Assinante, leia mais aqui

Anúncios
Radicais islâmicos levam caos à Somália

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s