O VERDADEIRO GOLPISTA DE HONDURAS

Muitas deturpações sobre o pseudo-golpe em Honduras. Como sempre, acusam as elites (vulga zelite) de montarem, em parceria com o poder Judiciário e as Forças Armadas hondurenhas, um plano para tirar Zelaya – coitadinho!!! – do poder. Impressionante! O processo de bestificação da raça humana avança de tal forma que consegue por no mundo, com a ajuda incondicional de grande parte da imprensa, um cabresto gigantesco. Afinal, quem é o golpista em Honduras? Simples, o golpista é justamente aquele que o mundo inteiro trata por vítima – Zelaya. Esse valente é mais um neochavista da América da Latina que usa os instrumentos da democracia a fim de implementar ditaduras cuja base é a perpetuação no poder.

Zelaya foi deposto do cargo de presidente de Honduras por um simples motivo: resolveu desrespeitar as instituições consolidadas democraticamente. Não contente em ter negada pela Justiça e pelo Congresso hondurenho sua intenção de querer promover um referendo, o animalzinho de Chavez resolveu utilizar o Exército de Honduras para viabilizar a consulta à população à força, na base do fogo. Deu-se mal. Abaixo, trechos da constituição hondurenha. Volto em seguida.

ARTICULO 184.- Las Leyes podrán ser declaradas inconstitucionales por razón de forma o de contenido. A la Corte Suprema de Justicia le compete el conocimiento y la resolución originaria y exclusiva en la materia y deberá pronunciarse con los requisitos de las sentencias definitivas.

ARTICULO 185.- La declaración de inconstitucionalidad de una ley y su inaplicabilidad, podrá solicitarse, por quien se considere lesionado en su interés directo, personal y legítimo:

1. Por vía de acción que deberá entablar ante la Corte Suprema de Justicia;

2. Por vía de excepción, que podrá oponer en cualquier procedimiento judicial; y

3. También el Juez o Tribunal que conozca en cualquier procedimiento judicial, podrá solicitar de oficio la declaración de inconstitucionalidad de una ley y su inaplicabilidad antes de dictar resolución. En este caso y en el previsto por el numeral anterior, se suspenderán los procedimiento elevándose las actuaciones a la Corte Suprema de Justicia.

ARTICULO 186.- Ningún poder ni autoridad puede avocarse causas pendientes ni abrir juicios fenecidos, salvo en causas juzgadas en materia penal y civil que pueden ser revisadas en toda época en favor de los condenados, a pedimento de éstos, de cualquier persona, del ministerio público o de oficio. Este recurso se interpondrá ante la Corte Suprema de Justicia. La ley reglamentará los casos y la forma de revisión.

ARTICULO 272.- Las Fuerzas Armadas de Honduras, son una Institución Nacional de carácter permanente, esencialmente profesional, apolítica, obediente y no deliberante. Se constituyen para defender la integridad territorial y la soberanía de la República, mantener la paz, el orden público y el imperio de la Constitución, los principios de libre sufragio y la alternabilidad en el ejercicio de la Presidencia de la República

Ficou claro agora porque o golpista de fato é Zelaya, não? O afilhado de Chavez em Honduras criou a cega obstinação de tentar mudar a Constituição hondurenha a fim de ter a chance de se reeleger – o que, hoje, é proibido por lei. As instituições proibiram a consulta pública, mas Zelaya as ignorou com incomparável obstinação. Como vimos acima, o presidente da República hondurenha também não pode desrespeitar as leis. O corolário é claro: as Forças Armadas, então, foram acionadas para cumprir seu dever constitucional: defender a integridade territorial e a soberania da República. “Ah, mas não precisava ter feito aquele circo”. Também achei a postura do exército hondurenho errada. Ao invés de ter mandado Zelaya para Costa Rica, deveriam tê-lo metido em cana.

Já são muitas as restrições a Zelaya dentro de sua própria base partidária. Myrna Castro, que pertence ao mesmo partido que o presidente deposto – Partido Liberal – já faz coro com a maioria da bancada dos liberais que apóiam o governo provisório de Roberto Micheletti. A deputada já alertou que a vontade de Zelaya de recorrer à população para tentar uma mudança nas leis se tornou mais notável depois que o sujismundo filiou-se à Alba (Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América, cujo líder é Hugo Chávez). De acordo com Myrna, foi a partir daí que Zelaya começou a mexer os pauzinhos para mudar as regras do Estado de Direito hondurenho. “Eu deixei de apoiá-lo no momento em que ele começou a atuar à margem da lei. Eu sou advogada. Eu respeito a Constituição. Ele praticou uma quantidade enorme de delitos, o Congresso tem um relatório demonstrando isso”, diz a deputada.

Eis aí a verdadeira face do “coitadinho” deposto em Honduras. Na verdade, é um crápula político, que quase aniquilou a constituição de seu país para, assim como Chavez, implantar um regime de força. Barack Obama já meteu o bedelho e também exigiu a volta de Zelaya ao poder. “Pô – dir-me-ão alguns – meter o bedelho? Mas ele como presidente da maior potência mundial tem mais é que se manifestar mesmo!” Sério??? Eu também adoraria que Obama tivesse se manifestado com similar veemência contra o regime nuclear norte-coreano e contra a fraude nas eleições iranianas. Mas não. Pelo contrário: resolver calar-se. É assim mesmo. Contra Pyongyang e Ahmadinejad ninguém emite nota nem lhes exige nada. Mas quando se trata de uma miserável Tegucigalpa, todo mundo resolve estufar o peito vomitar juízos.

Anúncios
O VERDADEIRO GOLPISTA DE HONDURAS

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s