Alcance da nova estatal vai além do pré-sal

De O Estado de S.Paulo

A nova estatal, 100% pública, que deverá ser criada para administrar as reservas do pré-sal, também poderá gerenciar outras grandes reservas petrolíferas que vierem a ser encontradas fora do pré-sal, chamadas pelo governo de "áreas estratégicas". "Tudo passará pela estatal e pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). Onde houver grande concentração de petróleo (a área), também poderá ir para a estatal", afirmou o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.

Na segunda-feira, depois da reunião ministerial com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Lobão disse que o sistema de partilha – no qual o óleo pertence à União e as empresas são remuneradas por um porcentual fixo na produção ou na receita – deverá ser aplicado não somente no pré-sal, mas também nas "áreas estratégicas".
Nesta semana, o Estado revelou que a ANP terá a incumbência de fazer os leilões do pré-sal. Questionado, Lobão preferiu ser evasivo, mas disse que a agência terá seu papel "relevante e saliente, como sempre teve", inclusive na formulação dos editais. "E os leilões são feitos a partir dos editais", frisou.

Assinante, leia mais aqui

Anúncios
Alcance da nova estatal vai além do pré-sal

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s