“Eu não perdi o sono”, diz Duque

De O Globo

Ainda digerindo o cherne, pescado pelo filho Paulo Duque, em Ponta Negra, na Região dos Lagos, para ser servido como prato principal do Dia dos Pais, o senador homônimo caminhou no domingo “feliz da vida”, como descreveu, pelo Parque do Flamengo, em frente ao prédio onde mora, na Zona Sul do Rio. De acordo com reportagem de Maiá Menezes na edição desta segunda-feira do jornal O GLOBO, depois do almoço, em casa, onde reuniu os dois filhos e duas netas, Duque (PMDB-RJ) afirmou que o arquivamento das representações contra o presidente do Senado foi “técnico”, por isso “dificilmente será refutado”.

– Eu não perdi o sono. Me senti feliz da vida por fazer aquilo, porque a pressão era muito grande para que eu fizesse o contrário. Eu preferi agir com a minha consciência do que agir com o aplauso fácil – disse o senador.

A reportagem diz ainda que o senador permanecerá nesta segunda-feira no Rio diante de missões mais prosaicas do que decidir o destino do comando do Senado: ir ao médico para apurar as causas de uma rouquidão reincidente e encomendar pares novos do sapato alemão que usa.

Anúncios
“Eu não perdi o sono”, diz Duque

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s