DILMA NOS BRINDA COM MAIS ALGUNS ANACOLUTOS

É quase unanimidade entre meus amigos que sou uma pessoa, digamos, fátua. Não que eu seja desse tipo de gente que sai por aí gargalhando dos erros alheios, zombando da falta de conhecimento extremo, impondo-me acima do bem e do mal e jurando a todos que fui eu quem pariu Mateus. Jamais! Essa maldade estaria inerente à minha falta de inocência pra tudo e ao meu hábito de usar da retórica para azorragar àquilo que julgo ser xucro em demasia – estou tentando ser sutil.

Não é de meu feitio andar com o dedo em riste apontando pra tudo e pra todos. Apenas não faço parte daquela turminha que sempre recorre à modéstia para fazer alusão às suas qualidades. Já dizia Schopenhauer: o que é a modéstia senão uma humildade hipócrita através da qual o homem pede perdão por ter as qualidades e os méritos que os outros não têm? Pois é; como de hábito, o filósofo mal humorado acertou mais uma vez na mosca.

Algumas pessoas puseram-se a questionar a forma como expus o ridículo por que passou a ministra Dilma Rousseff no programa da Luciana Gimenez. Assim como Cristo ensinou as doutrinas da humildade aos seus discípulos, certas pessoas quiseram me pegar pelo braço e me guiar pelas veredas do bom uso da modéstia. Ora, que tal ir catar coquinho? Se eu fosse Dante, e Virgílio não viesse até mim, iria para o diabo sozinho; se é que me entendem.

Ontem falei pouco, tendo em vista a montanha de anacolutos de Dilma Rousseff. Vejam o vídeo abaixo.

“Cês vejam o que aconteceu durante tanto tempo no Brasil. Não se investia em tratamento de esgoto. Nos países lá da Europa, Estados Unidos, no início do século Porque principalmente as nossas crianças, as maiores e os jovens e os idosos os maiores beneficiários do tratamento de esgoto porque o tratamento do esgoto permite que a gente cuide da nossas águas, que a gente trate as águas, melhora a saúde das pessoas, diminui a mortalidade infantil, transforma a vida de cada um de nós principalmente para nós mulheres que somos mães sabemos a importância da saúde das nossas crianças e como no início da vida delas elas são tão frágeis. Por isso é muito importante essas obras que nós estamos aqui hoje apresentando pra vocês”.

Notem que, na terceira linha, a coisa poderia ter-se resumido apenas em todos precisam de esgoto tratado.

Ainda há mais. Em discurso feito na inauguração do maior gasoduto da América Latina, no dia 3 de fevereiro, Dilma nos brindou com palavras que, quando unidas, colaboram para a desunião da lógica. Mesmo em meio à grandiosidade do evento, a ministra não deixa por menos e, por intermédio de seu palavrório, nos faz crer a solenidade é pra confraternização do IPI, do clima… Lá vai.

“No PAC, esse segmento do gasodutos ele é muito importante. Permite que hoje, com a temperatura que nós temos aqui, está previsto que mais ou menos se atinja algo como 36, 37, 38 graus, isso implica consumo de ar-condicionado, implica também o fato de que nós sabemos que houve, porque o presidente diminuiu a isenção do IPI, uma compra, né, de eletrodomésticos, a chamada linha branca, né, geladeira e outros eletrodomésticos, permitindo então que as pessoas também tivessem um nível melhor”.

Querendo emendar a inauguração do gasoduto com o fato de que o Brasil, futuramente, será a quinta potência do planeta, Dilma mandou ver:

“Nós só seremos quinta potência se o povo brasileiro for quinta potência nossa, a nossa quinta potência”. (…)Dar um passo além no sentido de que todas as crianças do Brasil (lá vem…) tenham direito a creche (…) Porque todos os estudos mostram que a diferença, a diferença, o momento importantíssimo na vida de cada um de nós seres humanos se dá entre 0 e 3, 3 e 5 anos, que é quando a gente se forma. E quando uma pessoa, quando uma criancinha não tem na família o acesso a livros, o acesso a todas as questões culturais que uma criança de classe média tem, ela não tem a mesma oportunidade do que as outras (…) Vocês vejam que é possível perfeitamente ter uma visão ampla do país, unir gasoduto com creche pra criança”.

Ou seja, o que era uma inauguração do, repito, maior gasoduto da América Latina se transformou em palanque de discursos sobre importância de investimentos em creches!!!

Quem visita o blog do Augusto Nunes pode encontrar muitos outros exemplos do primor lingüístico de Dilma Rousseff.

Apontar tudo isso não é nenhuma arrogância. É, simplesmente, um ato de distração e diversão – com a casmurrice alheia, diga-se de passagem, hehe.

Anúncios
DILMA NOS BRINDA COM MAIS ALGUNS ANACOLUTOS

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s