A FATURA DA INÉPCIA

A última pesquisa Datafolha divulgada hoje pelo jornal Folha de S.Paulo traz Dilma Rousseff com 41% das intenções de voto – oito pontos à frente de José Serra, que tem 33%. Há um mês esse cenário era completamente diferente. A petista tinha 36%, e o tucano 37%; números que os deixavam tecnicamente empatados. Vendo que a candidata de Lula está a apenas três pontos de liquidar a fatura no primeiro turno, os petistas estão demonstrando seu mais puro estado orgástico. É normal. É da natureza deles!

Nunca me pus a discutir resultados de pesquisas eleitorais. Discuto, sim, métodos. E me parece que os institutos mais sérios têm sido o Ibope e o Datafolha. Dilma está na dianteira? Sim, está. E nunca disse que isso não poderia acontecer. Está nos registros do blog, basta consulta-los. Mas nem por isso podemos omitir alguns fatos importantes que, creio, ainda vão influenciar muito na disputa.

Eu já disse nesta semana que usar o debate da TV Bandeirantes para justificar um possível avanço de Dilma não é recurso válido. A audiência foi baixíssima e a repercussão sobre o desempenho dos candidatos se deu basicamente na internet. Escrevi num post do dia 07/08:

E não me venham com essa história de que a próxima pesquisa de intenção de voto será delineada pela influência do debate realizado na Bandeirantes na última quinta-feira. O evento registrou apenas 2,9 pontos de audiência. E nada de falar que a repercussão do debate influenciará, pois a discussão sobre “quem ganhou? Quem perdeu?” se dá majoritariamente na internet. Uma pesquisa feita pelo Datafolha aponta que apenas 7% dos brasileiros usam a internet para se informar sobre os candidatos.

Dizer que as entrevista dos candidatos no Jornal Nacional é um fator de influência é válido, mas somente até a página dois. O Datafolha foi a campo na segunda-feira, dia 9, e encerrou os trabalhos na quinta, 12. Dilma Rousseff foi a primeira a ser entrevistada, podendo colher os frutos da entrevista na terça, quarta, e quinta. Já Serra foi o último a ir à bancada do JN, tendo apenas um dia para que o eleitor pudesse avaliar seu desempenho.

A campanha eleitoral começa na terça, e Lula já gravou depoimentos pró Dilma, em uma clara tentativa de transformar seus 77% de aprovação em voto. Se os tucanos não acertarem na dose dos programas, não vão conseguir chamar para si os eleitores mais disputados destas eleições, os de Marina Silva. A inépcia costuma cobrar um preço alto.

A FATURA DA INÉPCIA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s