Com o patrocínio da ditadura

Graças a uma módica quantia de R$ 10 milhões da ditadura da Guiné Equatorial, governada com mão de ferro há 35 anos por Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, a Beija-Flor foi a grande campeão do Carnaval do Rio de Janeiro. A ONG Anistia Internacional tem várias denúncias contra Mbasogo, acusado de tortura, prisões arbitrárias e violações aos direitos humanos.

Quem sabe no ano que vem nossos carnavalescos não optem por fazer uma bonita homenagem ao Estado Islâmico. Basta que os decapitadores, os sequestradores de crianças, os vendedores de escravas sexuais e aqueles que ateiam fogo em pessoas vivas mandem um bom cascalho pra cá.

Com o patrocínio da ditadura

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s